Merci. Thank you. Gracias. Obrigada.

Terminaram os meus dois anos de estudo em Paris. Ainda me restam 3 meses em terras europeias para fazer um estágio, depois eu retorno para o Brasil.

Como já dizia aquela propaganda de cartão de crédito: ninguém chega lá sozinho. Pois é, eu não teria jamais chegado até aqui sem o amor, a ajuda, o apoio, a torcida, as orações da minha familia e dos meus amigos. E principalmente sem a graça, a miséricordia e o amor de Deus.

Isso era algo que deveria ter constado nos agradecimentos do meu mémoire, mas para seguir as tradições acadêmicas francesas foi omitido. E talvez por um bom motivo, porque esse post vai sair enorme.

Remerciements (de verdade)

Obrigada a Deus, pelo seu amor constante, pela sua graça infinda e pelas suas miséricordias que se renovam a cada manhã. Porque Ele vai adiante de mim e guarda o meu caminho. Porque Ele é digno de toda honra, glória e louvor. Porque Ele é Deus, não importa onde eu esteja. Porque nos momentos facéis ou difíceis, bons ou maus, a única certeza que eu tenho é da sua presença constante e do seu amor por mim. Obrigada porque o Senhor me salvou e me salva a cada dia.

Obrigada à minha família, meu pai, minha mãe, meus irmãos, presentes que Deus me deu. Obrigada pelo sustento, pelas orações constantes.

Obrigada ao meu pai por se preocupar comigo sempre, mas acreditar que eu ia conseguir e que eu podia fazer. Obrigada pai, por se orgulhar de mim.

Obrigada à minha mãe pelas orações, por me encorajar a levantar a cabeça e lidar com as situações por mais difíceis que elas fossem.

Obrigada Rachel pelas horas de conversa, pelas risadas, pelos conselhos sobre todos os assuntos de maquiagem à instalação da repimboca da parafuseta, por se minha amiga além de minha irmã. Obrigada sis por se orgulhar de mim e sempre acreditar que eu ia conseguir.

Obrigada André por dar risadas comigo, por fazer as piadas mais engraçadas do mundo. Obrigada por se preocupar quando eu estava acordada durante a madrugada, por torcer por mim e acreditar que ia dar tudo certo.

Obrigada as minha avós queridas por acreditarem que eu sou a pessoa mais genial do mundo, o que esta longe de ser verdade. Mas é sempre bom ter pessoas que acreditam mais em você do que você mesma.

Aos meus tios. Por torcerem por mim, por saírem espalhando por aí – com o maior orgulho – que tem uma sobrinha que estuda na França.

A minha amiga Nane. Obrigada pela sua amizade constante, nos meus altos e baixos. Obrigada pela sua companhia em Paris no meu primeiro ano. Obrigada por ter enfrentado comigo as dificuldades e descobertas em uma terra estranha. Obrigada por ter torcido por mim quando eu fiquei por mais um ano. Obrigada por confiar e acreditar, mais do que eu.

Ao meu amigo Léo. Obrigada por ter “desbravado” a França primeiro e por todas as dicas.

To my “groupies” who made Paris less hard on my first year here. My friend Sarah who made Paris look a bit like home in my first year here. Thank you for your laughter that is louder than mine!

To my friend Katherine who has a beautiful soul. I thank you for your sweetness, for your prayers and your thoughtful heart. Thank you for correcting my bad English.

To my friend Sara who is the most steady person I know. Thank you for putting things into perspective and for teaching me so much about trusting God.

To my friend Maggie. Thank you for your friendship, your laughs and your fantastic cappuccino. Thank you for lending me your ears when I needed to talk and for talking endlessly when I just needed to hear.

A Pri Spécie, pela companhia na Sciences Po nos exposés. Obrigada pelos cafés, pelas nossas discussões que iam de Weber às soldes.

A minha amiga Ruth. Gracias por todo! Por ter me feito rir quando estava estressada, por ter orado comigo, me mandado estudar, por ter me abrigado na sua casa quando eu estava homeless. Por ter convivido com a minha bagunça. Quando eu orei pedindo por uma amiga na França para esse último ano eu nunca imaginei que Deus fosse me dar uma amiga para vida inteira.

To my friend Gina. Thank you for your prayers, for your beautiful smile. And for your faith that is so big and steady that encourages me to believe and trust more in God.

To my friend Rebecca. You’re an amazing, bright woman and you inspire me! Thank you for laughing with me and at me. And I’ll add here a thank you/merci to the whole Soquier family…Well, you know how amazing they are.

To Justin. You’re an amazing guy! Thank you for teaching me new games and almost all I know about H.M. and M.J.

To my friend Jessica. Thank you for your kindness. Your smile can bright up an entire room and it certain brightened up my days in Paris.

To my friend Hanna. What a joy was to have you as my friend in school. Thank you for your company and your support.

To Margot. Thank you for your prayers and your kind heart. Thanks for sharing your wisdom with me and for your leadership this past year.

To Tracy, Ray, Jessica and Joshua. Thank you for your welcoming heart. You are an amazing family!!

To Ron and Lorelei. Thank you for your prayers and advice. Thank you for your listening and understanding. You were a blessing in my life.

To my church family at Trinity. You all were my family away from home. I felt nourished and cared for.

To Phuong and Micheal. It was my weekly bliss to meet you, chat with Phuong, play with Micheal and just laugh at the cuteness of a 3-year-old.

A Selma. Obrigada pela sua amizade, por escutar (ou ler) meus desabafos. Obrigada por me fazer companhia, ainda que virtualmente, quando eu me sentia sozinha, sempre me encorajando a ir em frente.

A Carlinha. Obrigada pelo apoio e conselhos, seja via facebook, twitter ou skype. Ainda que não tenhamos feito nenhuma vez via avião a conexão Paris-NY, continuo achando nossa amizade muito chique.

Ao André e a Elaine muito obrigada pelas orações e pelos encorajamentos. Obrigada por não esquecerem de mim e pelo cuidado de vocês com o Dani e comigo.

Merci à mes amis du Master pour les cafés en enormes quantités, le soutien journalier et les discussions sur le droit international. Merci à Angie, à Leti, à Ben, à Maya et à Simy pour faire de cette dernière année un an très agréable. Leti, obrigada pelas horas de conversas e elocubrações sobre a natureza do vício da minha orientadora.

Ao Daniel. A verdade é que sem sua ajuda eu não estaria comemorando hoje. Obrigada por ter acreditado, por ter me consolado, por ter orado, por ter ajudado de todas as formas possíveis. Obrigada pelas horas no telefone quando eu me sentia sozinha, quando eu estava desanimada, quando eu não sabia o que fazer ou não parava de chorar. Obrigada por dizer sempre que ia ficar tudo bem. Pois é, meu amor, 248 notas de rodapé depois, realmente ficou tudo bem. Todos os obrigados do mundo não são suficientes.

E sim, com certeza eu esqueci alguém. Mas se sinta incluído: Obrigada, obrigada e obrigada. Sem cada um de vocês não teria chegado até aqui.

 

Cet article a été publié dans Études, France. Ajoutez ce permalien à vos favoris.

Laisser un commentaire

Entrez vos coordonnées ci-dessous ou cliquez sur une icône pour vous connecter:

Logo WordPress.com

Vous commentez à l'aide de votre compte WordPress.com. Déconnexion / Changer )

Image Twitter

Vous commentez à l'aide de votre compte Twitter. Déconnexion / Changer )

Photo Facebook

Vous commentez à l'aide de votre compte Facebook. Déconnexion / Changer )

Photo Google+

Vous commentez à l'aide de votre compte Google+. Déconnexion / Changer )

Connexion à %s